Picos(PI), 01 de Outubro de 2020
Picos(PI), 01 de Outubro de 2020

Saúde
:::
Profissional explica sobre efeitos psicológicos em vítimas de violência doméstica
Postado em 17/08/2020 por Redação
Confira a entrevista!
Tamanho da fonte A A
Psicólogo Anderson Meireles
Foto: Reprodução

 

A violência doméstica de acordo com o Artigo 5° da Lei Maria da Penha responde a violência praticada contra a mulher, baseada em qualquer ação ou omissão no gênero que lhe cause morte, lesão, sofrimento físico, sexual, psicológico, dano moral ou patrimonial. Na pandemia, os casos dessa tipificação criminosa aumentaram em 40%, tendo em vista que os agressores permanecem maior tempo com as vítimas.

Diante deste cenário, foi lançada em junho de 2020 a campanha Sinal Vermelho que incentiva as mulheres denunciarem a violência doméstica a partir da marcação de um “X” vermelho nas mãos. 

Partindo desta realidade, o Jornal Folha Atual buscou trazer respostas sobre os efeitos psicológicos desencadeados nas mulheres que sofrem com a violência doméstica. O psicólogo clínico e hospitalar, Anderson Meireles, formado pela UniFacid Wyden, comentou sobre tais efeitos e de que forma a Psicologia pode ser uma aliada na recuperação direta destas mulheres.

FOLHA ATUAL: Quais os efeitos da violência doméstica sobre a saúde psicológica da vítima?

ANDERSON: Os efeitos da violência contra a mulher vem causando danos sérios na saúde da vítima, tanto emocionais como psicológicos. Esse ciclo de violência é alimentado por sentimentos de culpa, tolerância, baixa autoestima das vítimas, podendo desencadear episódios de ansiedade, depressão ou até mesmo o suicídio.

FOLHA ATUAL: Porque as mulheres que sofrem com a violência doméstica nem sempre denunciam seus agressores?

ANDERSON: As vítimas de violência doméstica permanecem no relacionamento ou até mesmo não denunciam os agressores porque as mesmas por mais que sofram constrangimento ou são coagidas a permanecer na mesma residência, sentem medo do agressor volte a agir de maneira ainda mais violenta, de ficarem desamparadas financeiramente, sem falar na vergonha (Por carregarem um sentimento de culpa) e por acreditarem na mudança de comportamento do agressor.

FOLHA ATUAL: De que forma a família pode auxiliar no apoio às vítimas?

ANDERSON: Primeiramente, não julgar. Em seguida não somente a família, mas também pessoas próximas (Amigos, colegas de trabalho e etc...) podem estar disponíveis para uma conversa com o propósito de acolher a vítima, nessa conversa podem ser abordado temas como violência em casa, relacionamentos tóxicos e abusivos, de forma que a vítima se identifique com outras histórias similares a dela, após essa conversa acolhedora e com a confiança já estabelecida, podemos incentivar a vítima a buscar ajuda.

FOLHA ATUAL: A psicologia pode ajudar de forma direta na recuperação psíquica das vítimas. Como?

ANDERSON: Sim. O profissional da Psicologia tem um papel fundamental no auxílio as mulheres vítimas de violência doméstica, pois é um profissional capaz de não somente realizar um trabalho de acolhimento, mas também em abordar orientações, trabalhar a não vitimização, recuperação de sua autoestima, autocuidado e o seu autoconhecimento. Bem como ajudar também no resgaste de seus desejos, vontades que ficaram anuladas durante o período em que a vítima conviveu com uma relação marcada pela violência.

FOLHA ATUAL: De que forma a violência doméstica pode prejudicar a relação familiar?

ANDERSON: De uma forma muito grave em que a violência contra a mulher não atinge apenas a mesma, mas atinge também aqueles que testemunham (Crianças e adolescentes que são filhos do agressor e da vítima) as situações de violência. Estes encontram-se em desenvolvimento, podendo  ser alvos da chamada Alienação Parental.

Comentários

Postado por: Clayton Sergio em: 17/08/2020 16:50:16

Parabéns,bela reportagem.

 
  • Diretor Proprietário
    Edson de Sousa Costa
  • Repórteres
    Edson Costa
    Jailson Dias
    Paula Monise
  • Revisão
    Equipe
  • Departamento Comercial
    Edson Costa
  • Folhaatual.com.br - Rua Coelho Rodrigues, 403 - 2º Andar - Centro - Picos - Piauí - Fone: (89) 3422-6652
  • Diretor Proprietário
    Edson de Sousa Costa
  • Repórteres
    Edson Costa
    Jailson Dias
    Paula Monise
  • Revisão
    Equipe
  • Departamento Comercial
    Edson Costa
  • Folhaatual.com.br - Rua Coelho Rodrigues, 403 - 2º Andar - Centro - Picos - Piauí - Fone: (89) 3422-6652