Picos(PI), 18 de Setembro de 2018

Geral
:::
Comerciantes do Mercado Público do Junco temem interdição
Postado em 13/09/2018 por Edson Costa
Várias irregularidades foram encontradas no prédio.
Tamanho da fonte A A
Mercado Público do Junco
Foto: Paula Monize

 

A recomendação da Vigilância Sanitária de Picos em interditar o Mercado Público, situado no bairro Junco, tem deixado os comerciantes apreensivos. A interdição visa uma reforma ampla no espaço com base numa vistoria in loco realizada pelo órgão de Saúde, onde foram verificadas diversas irregularidades.

A reportagem do Jornal Folha Atual foi até o Mercado Público para saber dos comerciantes como os mesmos perceberam a notícia. A resposta foi uníssona: aprovam as melhorias na estruturação do Mercado, porém a interdição poderá trazer prejuízos.

Quem compartilha desse pensamento é o comerciante de verduras no Mercado Público, Clóvis Mariano Luz. Há mais de quatro anos trabalhando no local, ele frisa que a notícia da possível interdição pegou a todos de surpresa e teme perder sua única fonte de renda.

Clóvis Luz

“Essa possível interdição preocupa todo mundo porque essa é a nossa fonte de renda, já trabalhamos aqui há muito tempo. Ainda não sabemos de nada e por enquanto estou no meu ponto diariamente. Se vier interditar totalmente para nós será uma perda muito grande”,   disse o comerciante.

Várias irregularidades foram encontradas no prédio

Com mais tempo de comércio no Mercado Público, exatos 10 anos, a comerciante Diana de Sousa, enfatizou que nenhuma informação sobre a interdição ou qualquer outra ação que seja realizada no estabelecimento foi transmitida aos locatários de boxes.

Diana de Sousa

“Sobrevivemos daqui. Trabalhamos no dia-a-dia, temos as continhas para pagar. É claro que queremos também a limpeza do espaço, mas que não nos prejudicasse. A Vigilância já veio, foi tirado foto e tudo, mas soubemos através do jornal, nada nos foi comunicado. Se chegar a interditar vai ser um prejuízo muito grande para o bairro e para nós”, pontuou Diana de Sousa.

A coordenadora de Vigilância Sanitária, Lúcia Neiva de Albuquerque Barros, esclareceu que a recomendação visa melhorar a saúde pública da população à medida em que melhora-se a qualidade higiênica do produto comercializado.

“Foram encontradas diversas irregularidades. Nossa intenção não é atrapalhar o comerciante, mas sim melhorar a qualidade do produto que está sendo vendido e lógico que isso aumentará as vendas. Será feita uma grande limpeza e depois a reforma em todo o Mercado, forrando o telhado e climatizando”, frisou.

Mercado do Junco precisa de reforma urgente

Sobre a falta de informação direcionada aos locatários de boxes, Lúcia Barros comentou que antes da execução das ações será realizada uma reunião envolvendo a Vigilância Sanitária, Ministério Público Estadual e os comerciantes que do Mercado. O objetivo do encontro que ainda não tem data definida é a promoção do diálogo e que as medidas sejam adotadas de forma coletiva.

Comentários

Nenhum comentario realizado para esta materia
 
  • Diretor Proprietário
    Edson de Sousa Costa
  • Repórteres
    Edson Costa
    Jailson Dias
    Marta Soares
  • Revisão
    Equipe
  • Departamento Comercial
    Edson Costa
  • Folhaatual.com.br - Rua Coelho Rodrigues, 403 - 2º Andar - Centro - Picos - Piauí - Fone: (89) 3422-6652