Picos(PI), 16 de Julho de 2019

Saúde
:::
Hemocentro realiza campanha para doação de sangue O+ e O-
Postado em 13/05/2019 por Jailson Dias
Para ser doador de sangue a pessoa precisa dispor de uma saúde perfeita
Tamanho da fonte A A
Hemocentro precisa de sangue O+ e O-
Foto: Jailson Dias

O Hemocentro de Picos precisa constantemente de doações de sangue, como sempre é noticiado pela imprensa, e não é diferente nesse momento. No entanto, além do imperativo de aumentar o estoque para as necessidades que sempre surgem, a instituição está pedindo com mais celeridade que pessoas com o sangue O+ e O- façam a sua doação, pois estes são extremamente raros e difíceis de encontrar, embora as necessidades sejam constantes.

Segundo a coordenadora de Serviço Social do Hemocentro de Picos, Ana Paula Batista, o número de pessoas necessitando de transfusões é sempre elevado, uma vez que o Hemocentro local atende ao público dos municípios da macrorregião. E se os tipos sanguíneos mais comuns, como AB, ou A e B, são sempre necessários, a situação fica mais complicada com os tipos sanguíneos mais difíceis de encontrar.

“Existe sangue que é mais difícil, como O+ e O-, que estamos em uma campanha assídua, e não é só em Picos, mas todos os Hemocentros, inclusive Teresina, e estamos fazendo uma campanha de convocação via telefone dessas pessoas que tem o sangue O+ e O-, não que não estejamos precisando dos demais, mas a maior necessidade é desses, devido a algumas emergências que temos no Hospital Regional Justino Luz de Picos (HRJL)”, relatou.

Além das vítimas de acidentes, algo infelizmente comum na região de Picos, há pessoas em tratamento que necessitam de transfusões constantemente, como os pacientes de hemodiálise. “São inúmeras as transfusões ocorridas durante todo o dia naquele setor de saúde, e precisamos ter um suporte para isso”, declarou.

Para ser doador de sangue a pessoa precisa dispor de uma saúde perfeita. Um dia antes da doação ela tem de se alimentar e dormir bem. Não pode ter feito uso de substâncias químicas.

Para se tornar doadora a pessoa tem que se dirigir ao Hemocentro e fazer o seu cadastro, a partir de então passará por uma pré-triagem e depois por uma triagem. “Só então é que saberemos se ela vai seguir para a coleta ou não, então pedimos que as pessoas venham e não tirem conclusões precipitadas, somente aqui no Hemocentro saberão se podem ser doadores ou não”, explicou Ana Paula.

Um homem adulto pode doar sangue até cinco vezes por ano, ao passo que uma mulher adulta pode repetir o mesmo processo quatro vezes ao longo de doze meses. Podem ser doadores pessoas entre 18 e 69 anos, embora algumas exceções sejam abertas para adolescentes de 16 e 17 anos, caso tenham a autorização de um adulto responsável.

Ana Paula

Além do sangue o Hemocentro também necessita que mais pessoas se cadastrem para doações de medula óssea, cuja transfusão é primordial para salvar pacientes que sofrem de doenças graves. O índice de compatibilidade é de uma a cada dez mil pessoas no Brasil.

Comentários

Nenhum comentario realizado para esta materia
 
  • Diretor Proprietário
    Edson de Sousa Costa
  • Repórteres
    Edson Costa
    Jailson Dias
    Marta Soares
  • Revisão
    Equipe
  • Departamento Comercial
    Edson Costa
  • Folhaatual.com.br - Rua Coelho Rodrigues, 403 - 2º Andar - Centro - Picos - Piauí - Fone: (89) 3422-6652