Picos(PI), 22 de Abril de 2019

Política
DISCÓRDIA
Vereadores criticam projeto que prevê aumento de assessores pela Câmara Municipal de Picos
Postado em 24/01/2019 por Jailson Dias
Para o vereador Zé Luís não há justificativa para a contratação de mais 31 assessores
Tamanho da fonte A A
Zé Luís diverge de Hugo Victor
Foto: Jailson Dias

Os vereadores do PTB estão criticando os projetos apresentados pela Mesa Diretora da Câmara Municipal de Picos que prevê o aumento de mais 31 assessores parlamentares, além da proposta de reajuste dos vencimentos do 2° vice-presidente e do 2° secretário do legislativo, que passarão a receber R$ 10 mil por mês, igualando com os vencimentos de presidente e vice-presidente. Os dois projetos serão votados em duas sessões extraordinárias a serem realizadas na tarde da sexta-feira, 25.

No primeiro projeto que prevê o aumento do número de assessores, também está inserida a proposta de aumento salarial dos assessores parlamentares e chefes de gabinete.

Pelas redes sociais o vereador Francisco das Chagas de Sousa, o Chaguinha (PTB), atacou a medida e convocou a população a comparecer a Câmara Municipal para acompanhar a votação.

Em entrevista ao Folha Atual o vereador Zé Luís afirmou que as “contratações” e mais o aumento salarial dos assessores vão resultar em um impacto de R$ 90 mil por mês para a Câmara Municipal de Picos. “Vai dar quase um R$ 1 milhão anual, é muito dinheiro diante do que estamos passando, pois só agora estamos começando a nos recuperar da crise financeira”, declarou.

Para o vereador não há justificativa para a contratação de mais 31 assessores uma vez que não houve aumento de serviços na Câmara Municipal de Picos. Zé Luís entende que a Mesa Diretora deveria repensar esse projeto até amanhã e que os recursos deveriam ser empregados na melhoria da estrutura da sede do legislativo.

O presidente

Nossa equipe falou com o presidente da Câmara Municipal, vereador Hugo Victor (MDB), sobre o assunto. Ele informou que desde 2013 os parlamentares comentavam a necessidade de igualar as gratificações dos membros da Mesa Diretora e que neste ano há orçamento para isso.

Hugo Victor disse ainda que a lei que prevê o aumento de assessores está defasada, uma vez que deveria ser um chefe de gabinete e dois assessores para cada vereador, o que não vinha acontecendo. “Se você pegar de 2011 que era lei, para 2019, você tem um índice de inflação que é de 83%, mas o que está sendo aumentado não vai chegar a isso, portanto, estamos apenas readequando o ano de 2011 para 2019”, comentou.

Sessão extraordinária

Na sessão extraordinária a ser realizada amanhã, também será votado o projeto que prevê o reajuste do salário dos servidores concursados da Câmara Municipal de Picos.

Comentários

Nenhum comentario realizado para esta materia
 
  • Diretor Proprietário
    Edson de Sousa Costa
  • Repórteres
    Edson Costa
    Jailson Dias
    Marta Soares
  • Revisão
    Equipe
  • Departamento Comercial
    Edson Costa
  • Folhaatual.com.br - Rua Coelho Rodrigues, 403 - 2º Andar - Centro - Picos - Piauí - Fone: (89) 3422-6652